Confinados

Por Priscila Silva

Fumaça do chá.

Estou na sacada.

Em frente, meu vizinho também me observa.

Estamos confinados.

Ouço conversas.

Estou no quarto.

No cômodo de baixo, a família reunida. Família grande.

Estamos confinados.

Aqui fora está frio.

O chá esfria.

Em frente, a luz se apaga.

Ainda confinados.

Aqui fora está frio.

Mas é sempre frio aqui fora. A fogueira se apaga.

Ao meu lado, o cão dorme.

Estamos confinados?

Inimigo invisível à espreita.

Todos dormem.

A noite é longa, assim como a espera.

Estamos confinados?

Inimigo invisível à espreita.

O chá esfria.

Aqui está frio. Ao meu lado, o cão dorme.

Família grande, alguns dormem.

Estamos confinados?

Mas o inimigo não dorme.

Priscila Silva é co-criadora da Revista Escrita Pulsante, publicou e-book Jornalismo Independente: uma escrita pulsante. Atua como Tradutora e Diretora Executiva na empresa Das Wort Traduções e Assessoria Ltda e colabora com a Revista Escrita Pulsante como colunista.

2 comentários sobre “Confinados

Deixe uma resposta para edições@pulsante Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s