Viva engrenagem

Por João Pedro Miguel de Barreto

Pintura: Alex Gardner

 

 

 

Eles mentem, enganam

patifaria a toda gana,

grana, trama, lama,

chama na infame Câmara

 

O mundo, a casa, a escola,

o trabalho e a cela

multifakes da mesmo novela

 

Roda viva

aos irmãos

guardados

e do mundão

 

Engrenagem viva,

sorve, mastiga, regorgita.

Marretada na vida.

 

“Neomocinetes”

a girar

sem

sair

do

mesmo

lugar

 

 

Mas vadio com cetro alado

e em deputados e chefe de Estado

com força escarro

 

Mercadores do público e da morte

 

Pandora passa mal

 

Exu, livrai-nos da dor

guia os irmãos de cor.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s