Ancestralidade negra: ser feminina

Por Augusto Silvas

Augusto Silva é ilustrador não binário de 20 anos, e reside em São Paulo, SP. Participou do livro Antologia Trans, como ilustrador. E, possui um site com toda a sua obra que é intitulada Atro.

O processo de criação se baseia nas diferentes pessoas que me instigam a iniciar o meu trabalho, como devaneios de lembranças que levam a ter ideias, e assim começar a criar. Como a ” Sessão Passado”, que de forma evidente a busca por  resgatar a ancestralidade negra feminina .

Em minhas obras a nudez o gênero e a ancestralidade são os principais temas, e são colocados como maneira de instigar o espectador como um voyeur da intimidade e reflexão sobre os diferentes corpos em seus diferentes momentos, no caso os corpos marginalizados , como corpos gordos, negros e trans.

Augusto Silvas

Augusto Silvas

 

 

Augusto Silva

Augusto Silvas

imagem 2

 

 

 

Augusto Silvas é artista plástico, estudante na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Coordena a Atro Visual 

contato: Augusto Silvas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s