Jornada transcendental

Por Rob Ashtoffen

Chaiss – banda com 10 anos de resistência e atividade nas ruas de São Paulo, parceiros do Jazz na Kombi  organizando encontros com músicos como Casey Scheurell e Chris Daddy Dave, tocando jazz pelas ruas de São Paulo, promovendo uma cena independente e voltada para a música feita na rua,  fará um show Chaiss Quarteto_Jornada Transcendental no Sesc Belenzinho agora no dia 7 de julho (sexta-feira) às 21h para lançar o clipe do nosso novo single (que dá nome ao show) e iniciar a divulgação de segundo disco, Charas, que no segundo semestre de 2017 estará disponível nas plataformas digitais (Spotify, Google Play, Deezer, etc) e, futuramente, em vinil.

Chaiss Quarteto durante gravação do álbum Charas_ foto Welder Rodrigues (1)

Chaiss Quarteto durante a gravação do álbum Charas. Foto: Welder Rodrigues

O single de lançamento do disco Charas conta com um vídeo clipe protagonizado pela ‘bicha, trans, preta e periférica, bailarinx, performer e terrorista de gênero’, Linn da Quebrada, como ela mesma se define. A produção conta com o grupo audiovisual Cinefoto Colapso e vídeo mapping de Luciana Ramin (Agrupamento Andar7). O clipe é uma interpretação performática de dança de Linn para a música Jornada Transcendental com elementos visuais de vídeo mapping, luz e sombra, projeções e efeitos. A locação do clipe conta com a parceria da Sub Galeria que recebe artistas urbanos para expor suas obras de resistência e subversão.

O show no Sesc Belenzinho, compõe a programação do Jazz Clube e apresenta o repertório do novo disco, além de músicas do primeiro disco Aʄroδιsια, lançado em 2015 e que contou com a estreia do clipe da música Free Beise no Jazz na Fábrica no SESC Pompéia, no mesmo ano.

O novo disco, Charas – a resina obtida de uma planta sagrada da Índia utilizada em rituais politeístas -, traz a simbologia mística que nos leva a uma viagem transcendental pelos cinco temas, misturando diversas influências do jazz contemporâneo, rock progressivo e música experimental. Algumas melodias remetem a Stevie Wonder, outras mais introspectivas com influências do rock progressivo dos anos 70.

A arte da capa e conceito visual fica a cargo do designer Thiago Amarante (Mantega)

O disco foi gravado em um dia no Estúdio Pipa, capitaneado por Thiago Duar (Mental Abstrato e Afrobombas). Gravado ao vivo, o disco conta com os sintetizadores de Thiago que abrem a novas experimentações a estética da banda. Em formato quarteto, o saxofonista Vinicius Chagas alterna entre a flauta e o sax tenor, o guitarrista Éder ‘Hendrix’ Martins explora os efeitos de guitarra criando ambiências que dialogam com os sintetizadores. A cozinha de Fábio Albuquerque e Rob Ashtoffen sedimentam as texturas e as frases influenciadas pelo bebop, com explosões catárticas em ápices dos solos de Vinicius e Éder. A mixagem conta com Zeca Leme (BTG Studio) e produção do próprio quarteto.

 

 

Serviço do show

Jornada Transcendental_ Chaiss Quarteto

7 de julho (sexta-feira) às 21h

Sesc Belenzinho | teatro | 90 min | jazz

Não recomendado para menores de 12 anos

Ingressos: de R$ 6,00 a R$ 20,00

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s