O fim do futuro

Por Dani Damma

 

Com o pensamento em Zygmunt Bauman.(1925-2017)

 

1451504427_675885_1451510007_sumario_normal

 

Penso em Bauman na fila do cinema , quando refaço os meus passos e lembro de todos os meus relacionamentos que falharam ,numa conversa em mesa de bar e até mesmo nas quintas enquanto preparo as aulas da próxima semana. Penso ainda em Bauman enquanto leio Karl Marx, quando penso na política do nosso país e principalmente quando assisto o tele jornal ou leio alguma notícia sobre o capitalismo corrompendo a alma de alguma pequena comunidade por aí.

Zygmunt Bauman foi uma das figuras mais importantes do nosso século. Sociólogo ainda de nosso tempo, um dos pensadores mais eminentes desse declínio da civilização contemporânea, atravessou o século XX e a virada do século XXI observando esse trágico traço da humanidade que nos mutila e assola a alma.

Bauman realmente nos entendia. Nós : sujeitos pós-modernos que colecionamos e damos tanto importância a nossos relacionamentos como as moedas de 10 centavos que se perdem nos bolsos das calças . Nós : sujeitos sempre à procura desesperada de amor , mas que dada a efemeridade da vida transitamos com nossos corações partidos entre likes e dislikes de aplicativos de relacionamentos, atualizações de feeds de facebook ,términos pós mensagens de whatsapp e “sumiços” repentinos. Nós : que tratamos o amor que acabou como notícia do jornal de ontem . Sujeitos conexos ,desconectados e convexos: ativistas políticos de redes e feministas. Nós : herdeiros da época post it e que temos tão pouco a dizer nesses tempos líquidos.

Em suas muitas obras tivemos a possibilidade de refletir e ter acesso a seus insights sobre o temor e a preocupação com a construção do futuro, política e também sobre a construção das relações em especial em seu livro Amor Líquido: Sobre a fragilidade dos laços humanos.

Ficamos órfãos e agora entregues às nossas próprias reflexões só resta esperar pelo tempo que vem à frente de forma corajosa e esperançosa: que não deixemos adormecer as facetas do pensamento de Bauman em nossas vidas . O lado crítico e o lado esperançoso devem se equilibrar.

E como não poderia deixar de ser , finalizo este texto com a célebre frase : “ São tempos difíceis para os sonhadores “ . São tempos líquidos.

Tempos Líquidos: A falta de amor é crônica

Pequena coletânea de histórias

18216960_1308852819151316_125234864_n

Procura-se : Amor Escasso em Tempos de Crise 

Procura-se um amor que mande flores reais, que não use o celular, que goste de filmes antigos e de mate com limão. Essencial ainda que goste de segundas- feiras e velharias. Precisa ainda ter facilidade para rir de piadas idiotas. Que goste de poesia e que  não tenha medo de perdoar.

Apto 101

Eles se olham na cumplicidade do apartamento iluminados pela luz fria

Tv.

Tablet.

Iphone.

Telas,

Vórtices ,

Gagets,

Pastas e subpastas que guardam quando o amor começou.

Fotos, momentos, sorrisos, trocas de juras de amor,

Tudo devidamente sacramentado por logaritmos.

 

 Café Majestic

Fim.

As lágrimas escorrem e amargam o café de vanilla.

A dor é quase física.

Uma semana depois do término.

Atualização de postagem: ele marcado em fotos com uma lasciva ruiva.

 

 

Tinder

18217680_1308852752484656_1283720007_n

 

Match.

Match.

Conversas  sobre  Bukowski .

Whatsapp.

Mesa de bar.

Conversas existenciais.

Livros, vinis, show do Jeneci.

O amor estranhamente se perdeu num calendário de 2015.

 

 

Preciso  falar sobre Alice

18217430_1308852735817991_1607860257_n

 

Cinema, barzinho, jantar na casa de amigos, planos para o futuro, viagem à Buenos Aires: nada acontecera antes ou depois que indicasse o fim.

Mas foi num dias desses de crise.

Ele não sabendo como preencher tamanho vazio em sua alma disse que não queria mais vê-la.

Boquiaberta ela partiu.

Ele a machucou profundamente: partiu seu coração.

Meses mais tarde,finalmente ele conseguiu voltar a fazer todas as coisas que fazia antes.

Falar com as pessoas aos poucos deixavam de assustá-lo.

Lugares cheios e elevadores portanto  seriam  deixados para mais tarde quando estivesse realmente seguro.

E assim a vida retornou a ele .

E era estranho voltar a se sentir confortável e calmo, voltar a si era como habitar uma casa vazia e ainda sem lembranças ou marcas nas paredes e nas quinas dos móveis.

As vezes ele continuava a se sentir uma concha vazia. Outras era invadido por uma saudades avassaladora.

E ainda pensava nela.

E ele não sabe se por egoísmo, apego ou puro sadismo sempre deixou todas as coisas no mesmo lugar.

Pensava constantemente na insanidade de falar com aquela que o amara e devolver todos os objetos que na pressa de ir embora da vida dele ela deixara para trás.

Mas Alice não mora mais aqui

 

Apto 43

18217185_1308852812484650_996765734_n

 

 

 

O celular vibra.

A moça levanta-se sobressaltada.

Esboça um meio sorriso.

“Ela me ama”, diz ela.

Flores virtuais e coração flechado… O que responder?

 

 

Steampunk Heart

18217304_1308852762484655_1046239651_n

Organizo minhas memórias alfabéticas.

Meu coração é movido a vapor e à estranhas engrenagens que rangem.

E há cactos na janela.

E eu ainda, aos sábados, compro cravos coloridos na feira.

Ainda durmo do lado esquerdo da cama.

As madrugadas vazias me apavoram.

Meia garrafa de vinho na geladeira ,ainda sinaliza que ele vivia aqui.

A garrafa é tudo o que me sobrou do amor.

E eu coleciono sementes, pois sei que na primavera os corações florescerão mais uma vez.

Reflexões para o Fim do Mundo

18279884_1308852769151321_679344573_n

 

Esqueça tudo o que você aprendeu sobre o amor.

O amor não está nos finais felizes dos livros que você leu ou em Hollywood.
O amor não está em Romeu e Julieta ,Tristão e Isolda ou no Felizes para sempre.

Amor é um filme do Tarantino .

Amor é uma ligação perdida numa noite chuvosa.

Amor é um lugar  e um tempo que não existe mais

O amor é uma canção triste ,um rosto que você amou e nunca mais viu.

Amor é o disco do Sinatra tocando As time goes by .
O amor é quando aquela filha da mãe destrói seu coração e quer voltar pra você mesmo depois de tanto te fazer sofrer e você….Aceita.

Amor são todos os clichês juntos.
O  amor também é o copo da água numa tarde quente , é o afago ,o fazer nada junto ,o cuidado ,o remédio e o chocolate pra TPM .
Amor é sobre o nada e o tudo que não cabe num silêncio, no sorriso ou num cartão postal.

Amar implica tantas coisas… Aceitar o que ninguém ama no outro ,mas que o poeta já sabia ,: “o insípido e o insólito”

O amor levou minha esperança,me devorou , devastou .
Amar ,amar verdadeiramente : dói .

Dedicado aos lugares imaginários e toda a ficção em que vive o amor

18198145_1308852739151324_444017626_n

Sempre penso nela como o melhor de mim .

Olhos lânguidos  e aquela  franja que teimava em cobrir o olho esquerdo .

Unhas roídas e sempre manchadas de tinta do ateliê.

Ela era  esfinge que sempre me devorava .

Memorizei todas as suas sardas e curvas.

Ela era todas aquelas mulheres fictícias e reais em uma só.

Minha Capitu ,

Ana C.

Pagu.

 

Espólio

18217311_1308852809151317_823273967_n

Caretas engraçadas

Conversas existenciais
Teu sorriso
O teu melhor
O meu melhor
Vinis
81 fotos
32 arquivos de áudio
5 ou 6 Canções perfeitas
189 dias
Toda a minha fé
Isso é o que ganhei ou que perdi?

 

 

 

 

 

 

Fontes:

Entrevista para o The Guardian :Aida Edemarter iam, “Professor with a past”, The Guardian, 28 de abril de 2007.

https://www.theguardian.com/books/2007/apr/28/academicexperts.highereducation

Observatório da Imprensa entrevista o sociólogo Zygmunt Bauman https://www.youtube.com/watch?v=kM5p8DqgG80

5 comentários sobre “O fim do futuro

    • Uma escrita que se pretende pulsante adentra os campos da subjetividade para emergir um sujeito escritor em que sua marca está registrada na sua maneira, forma, estética em conceber um texto :). Espero que tenha respondido sua pergunta ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s