Resenha: “Proibido”, de Tabitha Suzuma

Por Judith Oliveira

proibido resenha

Este livro conta a história de dois irmãos, Lochan e Maya, 17 e 16 anos, respectivamente. Eles moram em uma casinha simples e cuidam juntos de seus três irmãos menores. A mãe não dá muito suporte a eles, na verdade, ela é bem inconsequente. Há alguns anos o pai deles os deixou para ir morar na Austrália e, depois disso, o contato entre eles foi diminuindo aos poucos, até deixar de existir.

Lochan e Maya ao longo da história, principalmente Lochan, apresentam uma maturidade um tanto avançada para idade que têm. Eles não conversam, discutem somente sobre como foi o dia na escola e quais são as fofocas, sobre o que acontece por lá, falam sobre as contas, se ainda têm comida em casa, se as “crianças” já comeram e fizeram o dever de casa e se a casa já foi limpa.

A mãe deles, como disse acima, é meio inconsequente, meio relapsa, negligente, parece não aceitar muito a idade que tem e não assume os seus filhos. Ela dá dinheiro para o básico e, às vezes, de má vontade. Lochan e Maya se esforçam ao máximo para cuidar das crianças porque têm medo que algum assistente social os separe uns dos outros.

No entanto, em meio às obrigações, surge uma afinidade super especial entre esses irmãos, eles se sentem bem um com o outro e encontram um no outro um porto seguro, um refúgio de tudo aquilo que os incomoda. Aos poucos essa afinidade, o sentimento de cumplicidade que compartilham entre si, começa a se tornar algo mais, e eles se apaixonam.

A descoberta desse sentimento vai acontecendo aos poucos, mas chega um momento em que é quase impossível deixar de lado o que sentem. Para os dois é muito difícil encarar isso, principalmente para Lochan, que se sente muito culpado o tempo todo; já Maya aceita o fato um pouco melhor, achando que terem um laço sanguíneo não os deve impedir de se amarem, sendo este apenas um detalhe.

O livro é muito bem escrito, embora nunca tenha lido nenhum livro da autora e, após a leitura desta trama, ela conquistou o meu respeito e com certeza lerei outros de seus livros. O livro é narrado em primeira pessoa, mas é uma narrativa intermitente, sendo um capítulo narrado por Lochan e outro por Maya. Como a trama é narrada pelos dois fica bastante fácil entender o que eles sentem. É possível sentir o que eles sentem.

O mais interessante é a forma como o amor é mostrado neste livro, feito de forma bem diferente da que vemos por aí nos livros de romance. O amor, nesse caso, é mais íntegro, mais puro, mais bonito: meio inexplicável. É algo diferente do que vemos hoje, das concepções que temos hoje. O assunto principal é o incesto, mas também há outros temas interessantes como problemas familiares, de uma forma geral, e a fobia social que Lochan apresenta em meio a alguns sintomas no decorrer do livro. A questão do incesto não me chocou, enquanto leitora, talvez por causa da forma como a autora colocou essa questão. A questão aqui não é ser a favor ou contra o incesto entre irmãos, mas este problema chega a ser pequeno perto da grandiosidade daquilo que eles estão sentindo um pelo outro no momento.

Até que ponto o amor é proibido? Até que ponto a sociedade pode dizer o que é certo e o que é errado, se o que é dito como errado não está fazendo mal a ninguém e/ou é consensual por ambas as partes?

São duas coisas que a narrativa nos convida a refletir durante e após a leitura.

Posso dizer que não foi uma leitura muito fácil. Esse livro mexeu muito comigo e confesso que uns dias depois de terminá-lo, eu ainda me senti um pouco abalada. O livro é denso e extremamente recomendável, não por causa da questão polêmica do incesto em si, mas para tentar refletir sobre até que ponto algo deve ser proibido, e qual a extensão de um amor verdadeiro.

Livro: Proibido.

Autora: Tabitha Suzuma

Editora Valentina, 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s