Carnaval?

Por Fernanda Fernandes

Em pleno Carnaval brasileiro me questiono todo o tempo sobre o que devemos festejar.

carnaval_fotoÉ a escola “Caos de rodinha” desfilando na Avenida com sua Comissão de Frente representada pela falta de água e energia. Um carro chamado Homofóbico desfila na Avenida contra a família Gay. O Mestre Sala é o Alckmin, a Porta-Bandeira, o Cunha. O Conjunto quer o Impeachment da Presidenta da República achando genuinamente que o ex-candidato do Partido rival vai assumir. A Evolução conta com uma população que é brasileira e não desiste nunca de festejar, como se não houvesse amanhã, progredindo sempre a fama do País do Carnaval e Futebol. As fantasias são feitas com papel de trouxa da sociedade, o Samba-Enredo conta com uma letra que fala da Cantareira e do desvio de 88 bilhões da Petrobrás.

É isso, no mínimo, o que temos a festejar.

Brasil, vulgo Teatro do Absurdo, ignora o apocalipse e se entrega mais um ano aos prazeres efêmeros. Afinal, o que é a escassez de água e energia perto da mais nova invenção chamada “Cápsula do sexo”, que é capaz de “proporcionar 15 minutos de momentos incríveis”?

Quem lucra e realmente faz a festa com isso tudo é a Indústria Cultural, quem empacotou uma comemoração de cunho popular, extremamente bela mas que se vulgariza cada ano que passa por essa industrialização da Arte.

E o povo aceita isso porque o “Abadá” e o Camarote com a cerveja gelada são os mais relevantes.

Fora o lado crítico, deixo claro também o meu profundo respeito e admiração por aqueles que fazem parte das Escolas de Samba e trabalham duro durante um ano inteiro, e também às festas que acontecem nesse Brasil e que são tão bonitas e a caracterização da pura arte.

Como a música diz: “Todo carnaval tem seu fim” e eu espero que a população se conscientize de que eles, governantes, estão sambando na nossa cara, literalmente e que isso tenha realmente um final.

“As águas vão rolar 
Garrafa cheia eu não quero ver sobrar
Eu passo mão na saca saca saca rolha
E bebo até me afogar
Deixa as águas rolar”

Deixa as águas rolar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s