O príncipe virou sapo, ou, a desconstrução do conto de fadas

Montagem: Raquel Gomes

Montagem: Raquel Gomes

Por Fernanda Fernandes

O príncipe encantado chegou!

Não, ele não é perfeito. Ele ronca de vez em quando, pode ter mau-hálito se ficar um tempo sem comer e sem mascar chiclete. Ele tem barriguinha e é guloso. Ele comete erros bobos de português, às vezes. Ele não é um galã dos filmes de Hollywood e, algumas vezes, ri na hora errada.

Só que ele tem um jeito lindo de cuidar de você. Uma maneira simpática de fazer as coisas só para te agradar. Ele abre a porta só porque você gosta, e cozinha seu prato preferido, quantas vezes você quiser só para te ver feliz. Ele tem uma maneira fofa de rir que destrói seu jeito crítico de olhar o mundo.

Ele te acompanha até em casa ou até onde ele pode com a doçura e firmeza de um perfeito cavalheiro. Ele aprende a tocar no violão as músicas que você gosta só para vocês poderem cantar juntos.

No começo você dizia que ele não fazia o seu tipo… Mas um dia você beijou o sapo e ele virou príncipe, porque você se abriu para uma nova chance, e foi então que você viu esses outros lados apaixonantes do ex-sapo. Ou será o contrário?

Sim, o príncipe virou sapo!

Já dizia o querido poetinha: “Quem de dentro de si não sai vai morrer sem amar niguém.”.

Só é feliz de verdade quem aceita os defeitos do outro, quem sabe que não se pode ter perfeição, quem sabe que se relacionar é se abrir para o mundo do outro sabendo que haverá surpresas, não muito agradáveis. O príncipe também é humano e… sapo!

Ele não chegou montado no cavalo branco, muito menos de carro. Ele chegou a pé, pegou transporte público, se irritou porque o celular não funcionou quando ele precisava e não, ele não tem um Iphone nem um Samsung S4. Mas, ele te pergunta no meio da tarde de quinta-feira se pode ligar para você, porque não se contenta com SMS.

“Se a vida te der limões, faça uma limonada” então eu acrescento, “se a vida te der um príncipe, faça dele um sapo”. Aceite as imperfeições para ser feliz, revolucione seu jeito de pensar, abra-se para que o imperfeito, torne-se perfeito e crie o seu próprio conto de fadas!

3 comentários sobre “O príncipe virou sapo, ou, a desconstrução do conto de fadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s