Feliz aniversário, São Paulo!

Foto: Priscila Silva

Foto: Priscila Silva

Por Priscila Silva

A cidade cinza acorda para os seus 461 anos. Pouco aplaudida e trabalhadora que é, parte para preparar sua própria festa, que logo estará cheia de convidados de todas as partes. Em suas ruas ainda úmidas do sereno da madrugada acordam os últimos andarilhos expulsos pelo barulho dos martelos. Os construtores da selva de pedra sempre em ação. A cidade que não para quer descansar seus pés calejados, as mãos grossas pelo cimento de suas paredes de concreto. No muro, o cartaz pede mais amor em São Paulo. São Paulo pede mais amor por ela. Às vezes incompreendida, a cidade chora e transborda em água suja: é a sua desforra. Certo dia, em São Paulo, eu me apaixonei por um rapaz enquanto esperava um ônibus. E também vi duas meninas se beijarem com um amor sincero. Ah, também vi um senhor tocando piano em meio aos transeuntes que desciam as escadas em direção ao metrô, e a canção preenchia toda a imensidão e chegava aos túneis. Imagine quanta vida não cabe em são Paulo! Agora, imagine quanta história não existe em São Paulo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s